Avenida Epitácio Pessoa, s/nº - Quiosque 20 - Parque do Cantagalo 22471-002, Lagoa, Rio de Janeiro - RJ
Ver endereço no mapa
Telefone: (21) 2227-0837
Preço: $$$$ (Luxo) a partir de R$ 100
Horário: Dom-Qui 18:00-01:00; Sex-Sáb 18:00-UC

Avaliações de usuários

A ideia é ótima: fazer um bar/restaurante de frente para a Lagoa, bem decorado e com sofás confortáveis à meia luz, e com uma comida boa e exótica. Sem dúvida é um ótimo lugar para casal.

Entretanto, tudo é caro. MUITO caro. E o atendimento é ruim. MUITO ruim. Tudo muito confuso e ninguém faz questão de ser simpático e de agradar o cliente. E quando fica lotado, a coisa desanda de vez.

Enfim, vale a pena ir UMA vez para ver como é, e só.

Fui ao Palaphita cheia de expectativas. Muitos dos meus amigos e familiares tinham falado desse restaurante que, de acordo com eles, era o melhor e mais bonito da cidade.

Quando cheguei lá não acreditei. Na minha humilde opinião, o lugar parece mais um acampamento hippie que foi abandonado desde os anos 70! O chão era de terra batida, com direito a mil pedrinhas entrando no sapato, a iluminação era quase inexistente e a "decoração" duvidosa merece as minhas aspas.

Pensei, a comida deve valer a pena. Não.

Depois de ler no cardápio, "aceitamos dinheiro, cheques, cartões de créditos e JÓIAS" e quase morrer de susto com os preços surreais do tal acampamento riponga, tomei coragem e pedi uma caipirinha de coco com canela e sei lá o que (que estava boa, devo dizer) e comi um pedaço do sanduíche razoável e caríssimo do meu namorado.

Foi bem decepcionante. E muito caro.

Não recomendo pela comida e não volto porque não tenho jóias de família para pagar as contas.

Ouvi vários elogios ao local, alguns merecidos, mas a maioria um tanto tendenciosa.

Pensando de forma um tanto quanto ranzinza, basta reparar nos custos. A decoração é feita de artigos de cozinha, a iluminação é à vela e o chão é feito de terra: não pagam luz ou decoração e mal limpeza.

E é tudo muito caro. E sem motivo algum.

Os pratos são mal servidos (até os petiscos) e os drinks... bem, os drinks são diferentes, mas nada de mais.

Vendem mais pela localidade e pelo nome. Se você quer ter a chance de sair numa foto com um global (na fila estupidamente grande), boa sorte.

Caso contrário, passe longe.

O Palaphita é uma delícia, tanto em relação ao ambiente quanto a comida. Realmente os preços são caros, mas o cardápio oferece opções surpreendentes! Tem até pipoca pra você pedir ouvindo o som da lagoa.

Acho a ideia ótima. Faltam restaurantes criativos assim no Rio de Janeiro!

O tal do Palaphita é um daqueles negócios que tinha tudo para dar certo, mas acabou sendo uma das furadas mais conhecidas do Rio de Janeiro.

O lugar tem chão de terra/areia, garantia de incômodo a noite inteira. Os sofás são concorridos -- o resto dos lugares são bancos feitos de troncos de árvore, extremamente desconfortáveis. Não existe iluminação no local, ou seja, você tem que se virar com um celular para enxergar o cardápio e os absurdos preços praticados pelo estabelecimento.

A vista da Lagoa é, de fato, espetacular, mas não compensa o transtorno. Se tivessem feito no local um quisquinho com mesas de metal e cerveja de garrafa, faria mais sucesso do que a estrutura atual.

Fui uma vez para nunca mais voltar.

O Palaphita é sem dúvida diferente. De repente, no meio da Lagoa, próximo aos pedalinhos, você encontra um quiosque que se destaca dentre os outros. Apesar de ser aberto, sua decoração cria um ambiente bem peculiar.

As comidas também são diferentes do que estamos acostumados a pedir. Valorizando ingredientes da culinária brasileira, é possível por exemplo pedir uma pipoca salpicada com queijo coalho! Há também sanduíches, sucos e drinks deliciosos.

Se você quer mostrar que é descolado e levar alguém para um lugar diferente com um ambiente legal, esse é o lugar!

O ambiente é bem legal, mas o restaurante é caro demais e a comida não é muito boa. Tem um certo charme por ser à beira da lagoa, e a decoração é rústica mas você se assusta ao olhar o cardápio e ver que além do preço salgado as opções não são muito variadas.

Sem dúvida o ambiente do Palaphita é muito bonito. Uma bela vista para a Lagoa acompanhada de uma iluminação fraca (na minha opinião um pouco fraca demais) faz com que o clima do lugar seja bom.

Mas não deixe isso te enganar. Os preços hiperinflacionados não compensam os produtos. Tomei uma caipirinha, que estava boa, mas que não justificava o preço absurdo que tive que pagar nela.

Se os preços fossem melhor reajustados, é houvesse um pouco mais de iluminação, esse seria um ótimo lugar, mas do jeito que é hoje, é apenas um local para turistas e pessoas ricas gastarem (mal) o seu dinheiro

O ambiente é interessante, a iluminação deixa o local com um ar de floresta e a vista da lagoa deslumbra qualquer um. Maravilhoso pra um encontro a 2 ou com amigos.

Mesmo com tantas qualidades, conseguiram estragar. 1- se chover, as poucas e concorridíssimas mesas, viram quase nenhuma mesa. 2- atendimento fraco. Pessoas mal treinadas e sem vontade de fazer o mínimo pelo cliente. 3- preço muito alto pela qualidade oferecida. 4- fecha cedo. Fui durante o carnaval e às 2h já estavam encerrando as atividades. 5- local para estacionar. Fica relativamente longe do restaurante.

Concordo com quem falou que vale a pena ir 1 vez para conhecer. Tem coisa muito melhor na cidade...

muito bom pra pessoas que gostam de experimentar coisas diferentes, tem muitas opções gostosas, mas é pouco recomendável pra quem é difícil pra comer.

os drinks são excelentes. recomendo esperar o prato principal comendo as bananinhas fritas com drinks. ou ficar só nessa a noite toda.

não é barato, mas os preços não são absurdos.

não é bom ir de salto muito fino porque o chão é de terra batida e grama.

é uma delícia em noites fresquinhas com uma lua bonita.

O Palaphita tem um ambiente muito legal, de frente para a Lagoa e perfeito para um encontro romântico.

O outro ponto positivo são as caipirinhas. Exóticas e muito gostosas.

Porém, tenho minhas dúvidas se isso é suficiente. A comida não é boa e o lugar super caro pelo o que oferece.

Outra desvantagem: mosquitos! Se tiver chovido no dia então...

Com uma vista privilegiada para a Lagoa Rodrigo de Freitas e um ambiente aconchegante e convidativo com luzes indiretas e rusticidade no mobiliário, o Palaphyta Kitch segue a filosofia de respeito ao meio ambiente, recriando um cantinho tipicamente Amazônico.

Os pratos são deliciosos! Recomendo o Pai d'Egua (Queijo coalho com folhas de manjericão flambado na cachaça) e principalmente o APEKÚ, um prato de frutos do mar e legumes orgânicos servido em uma cuia típica! O sabor é indescritível, vale muuuito a pena!

As porções não são grandes e os preços são bem salgados, principalmente as bebidas, mas vale a pena comer um petisco enquanto aprecia a bela vista. Sente em uma das mesas suspensas e aproveite o local em boa companhia.

Acho que é o tipo do lugar pra levar amigos gringos, ou levar AQUELE date quando se quer ficar bem na fita... Realmente a vista pra lagoa e o céu estrelado te fazem respirar com orgulho de ser carioca durante todo o período de estadia por lá. Mas acho que eles perdem a linha nos preços e nem o cardápio metido à besta nem a carta de drinks pretensiosos demais me convencem... Ok, tem que ir uma vez na vida pelo menos para conhecer, mas prepare o bolso!

O Palaphita deve ter uma das premissas mais interessantes entre os bares do Rio - de frente pra vista mais sensacional da cidade (a Lagoa e seus patins iluminados pelos carros marchando na Borges de Medeiros), seus donos construíram um restaurante cheio de plataformas e sofás altos à meia luz, com foco em especialidades exóticas (supostamente) provenientes da Amazônia (e com uma privada-trono no banheiro!).

Mas todo esse potencial acabou sendo desperdiçado, porque o Palaphita é absurdamente lotado e caro. Nas poucas vezes em que fui ao bar, tive que esperar muito tempo para conseguir uma mesa ruim, sendo mal atendido por garçons incapazes de avisar quando uma mesa melhor ficava disponível, colocando novas pessoas constantemente na frente da fila numa busca desenfreada por alocar a maior quantidade de clientes por metro quadrado possível. A comida é boa, mas cara demais - pra se ter uma idéia, um mero sanduíche chega a custar R$ 40,00! Pra completar, o estabelecimento só aceita dinheiro, forçando o cliente a levar grandes quantias até mesmo se só quiser beber um drink (e experimentar a privada-trono com um espelho na frente).

Evite se seu objetivo não for aparecer na fila ao lado de "celebridades" em sites de fofoca no dia seguinte.

O Palaphita Kitch é um charme. O próprio nome indica, a estética é de fato muito kitch, portanto é preciso gostar de tal tendência para apreciar o local.

A meia-luz ambiente evidencia as estrelas e a iluminação da lagoa. É super romântico.

O problema do restaurante são os preços exorbitantes; o cardápio é um assalto, e a comida não é lá essas coisas. Os drinks exóticos são bacanas, mas poderiam ser um pouco mais baratos.

Quando fui ao Palaphita fiquei um pouco incomodada com o cheiro da lagoa, e tive certa dificuldade para estacionar.

Apesar dos pontos fracos, a visita exploratória é válida, ainda mais em boa companhia. O Palaphita Kitch é um daqueles lugares que você TEM que conhecer no Rio de Janeiro.

O Palaphita Kitsch quer inovar em tudo: de fato é o único quiosque na Lagoa com uma decoração tão legal, as placas em formato de capivara que indicam a localização do quiosque são muito bem criadas e a proposta é ser único.

De fato, o PK é único.

O cardápio não tem nada de convencional: peixes amazônicos, comidas exóticas, etc. Não há nenhuma opção "comum" de comida e são todas muito caras. Para quem não tem espírito aventureiro, carteira recheada e disposição para gastar tanto, o programa é uma furada. Claro que a furada tem vista linda, mas mesmo assim.

Ao pedir um balde de cervejas, elas chegam rápido à mesa mas o balde não é um balde: é uma comadre esmaltada, tipo um penico, com visual vintage. A cerveja felizmente vem em garrafa, porque pensar que sua bebida vai vir num penico antigo, a vontade de beber qualquer coisa vai embora em um segundo!

Os banheiros são químicos, devido à falta de estrutura da Lagoa. O feminino é decorado com grama sintética, luz negra e tem um cheiro insuportável de eucalipto.

É o tipo de lugar para ir uma vez e pronto.

Sempre ia no Palaphita para experimentar os drinks que a casa sempre lançava, de vez em quando, mas um dia resolvi experimentar um sanduíche e me apaixonei. Desde então, como sempre, pedindo um diferente a cada vez.

O que eu mais recomendo é um com pão australiano, maça verde e queijo brie.

Sim, são bem caros, mas vale a pena, par experimentar novos sabores.

Você vai lá pelo ambiente. É lindo. Na beira da lagoa, o céu estrelado, as cedeiras de madeira, a luz de vela... Lugar de primeiros encontros e comemorações românticas.

A comida não é boa. Eu, pelo menos, não gostei. Inventaram demais e não tem nada mais básico pra se pedir. Fora que é tudo caríssimo!

As bebidas são boas, recomendo as capisakes variadas.

O principal diferencial do Palaphita é a localização e o ambiente. A vista é linda, o que proporciona uma refeição agradável e romântica.

Acho só os preços caros, mas vale a pena uma vez ou outra. Não deixe de conferir o drink de maracujá. Uma delícia!

Recomendo o Palaphita, um programa de casal muito bom, e claro se pegar uma palafita, vai tirar onda e causar uma boa impressão!

As caipirinhas são muito boas, em especial a caipivara, uma mistura de várias frutas!

Minha recomendação é ir em dia de semana, assim é mais fácil de pegar uma palafita, menos gente e melhor atendimento!

Nao é um lugar para jantar, mas as opções de petisco são muito boas, tem um combinado de entradas, com patê e geléia de açaí, que é muito bom!

Tem boas opções de sanduíche também!

De fato não é barato, mas considero justo, pela proposta e pelo cartão postal!

Vá obviamente, em uma noite bonita, estrelada, e é bem bacana para ver a árvore da lagoa também!

Eles aceitam cartão!

É muito caro, mesmo, não vale o preço que é. Paga-se mais pelo ambiente, localização e experiência do lugar em si do que pela comida.

O ambiente é romântico e rústico, com uma vista sensacional. O atendimento é normal, nem muito bom e nem muito ruim. E é bom porque tem estacionamento, já que normalmente seria muito difícil achar uma vaga por ali!

Os sucos são ótimos e as caipivodkas são muito boas, com opções de ótimas frutas da Amazônia, parecem sucos, cuidado para não sair de lá torto e com um rombo no bolso.

Ok, o lugar é caro. É verdade. No entanto, em poucos lugares no Rio você vai sentir tanto a mágica da cidade quanto no Palaphita. A vista do lugar, em frente à Lagoa, é algo divino e super-romântico.

O lugar em si é também bom demais... Possui alguns dos melhores sanduíches que já comi e uns sucos ótimos. Todo o menu com um charme e contexto amazônico, cheio de nomes engraçados e frutas exóticas.

Poucos lugares são tão bons como o Palaphita pra comemorar uma data especial ou simplesmente curtir a cidade. Vale a pena pagar por isso.

Tudo no Palaphita te convida para entrar: a vista da Lagoa Rodrigo de Freitas é absolutamente incrível, as mesas são repletas de almofadas super confortáveis, a iluminação é na medida certa para um jantar agradável e ainda fizeram umas mesas que quase parecem camas no alto para garantir ainda mais a privacidade.

Ou seja, é tudo lindo e perfeitamente romântico. Porém, você paga um preço alto por tamanha exclusividade. Todos os pratos são caros e não são tão bem servidos, ou seja, para sair satisfeito você acaba tendo que gastar por volta de R$100 entre aperitivos, pratos leves (ou sandubas) e sucos.

Vale para uma noite especial, seja aniversário ou encontro romântico, mas desde que você esteja disposto a gastar.

Absurdamente caro, e a comida não é lá essas coisas. Digamos que é cozinha nacional, metida a besta. Culinária amazônica, tudo leva banana, açaí, cupuaçu... Logo, não há justificativa para o preço. Paga-se mais pela vista. Quem quer impressionar a namorada nova, é sim uma boa opção, pois o ambiente é muito agradável e bonito.

Vale a ida pra conhecer. Façam reserva antecipadamente e peçam pra ficar no lounge, que é mais confortável.

Achei realmente muito interessante o lugar, com iluminação adequada, romântico, descontraído, só achei que falta mais opções no cardápio, poderiam mais por sua localização e procura.

O restaurante é cheio de charme, a vista impecavel e a comida ótima! Infelizmente pecam com a falta de treinamento de seu equipe de atendimento.

O que mais encarece a conta no Palaphita são as bebidas, principalmente as famosas caipirinhas de diferentes frutas amazônicas.

Eu não bebo, logo nunca tive muitos sustos com a conta. Não vá de salto, o chão é de terra e vai atrapalhar a sua vida. O ambiente é super legal e bem romântico, fresquinho e na beira da Lagoa, ir na época de Natal é mais lindo ainda, com a árvore toda iluminada à sua vista.

Recomendo as bananas fritas, são viciantes!

Quer comer em um lugar diferente no Rio de Janeiro aconselho sempre o Palaphita! Super exótico tem um clima bem legal, sem falar do local que é o diferencial. A culinária é exótica com comidas típicas da região norte, o ruim mesmo é o preço que não é nada barato, mas vale a experiência.

Bom pra relaxar caso custo-benefício não seja o que está procurando.

Não recomendo se estiver procurando um lugar para almoçar ou jantar pois os pratos são bem caro. Muito bom pra quem vai com um grupo de amigos para admirar o por-do-sol , colocar o papo em dia e relaxar com a bela paisagem.

Bom pra petiscar e beber umas boas caipirinhas de sabores diversos!

Lindo lugar e ideia super original! Para quem um monte de restrições aos quiosques - sempre acho que venta muito, que não tem banheiro, que tem som alto ou chato e gente falando alto demais - o Palaphita não tem nenhum desses pavores. O atendimento é bom e os petiscos são muito interessantes, mesclando ingredientes regionais (norte do Brasil) com o toque da gastronomia contemporânea. Não creio que o jantar valha a pena. Acho que os drinks exóticos de frutas com nomes estranhos (para quem vive no Sudeste, claro) e o tira gosto estão de bom tamanho para o bolso, já que o preço do local é bem temperado como seus sabores. Mas como não se pode ter tudo na vida... Se topar o preço, curta a bebida de frente para uma vista INCRÍVEL e aproveite o clima romântico do local!

P.S. Dá para pedir um taxi numa boa apesar do local. Eles chegam em menos de 10 minutos!

O Palaphita é muito criticado pelo seu alto preço, mas eu acho compreensível. O ambiente é um dos melhores que é possível encontrar no Rio. Mesmo que você vá até lá só pra tomar um suquinho de uma fruta que nunca ouviu falar, só de sentar ali e apreciar a vista, já vale o preço. Tanto de dia quanto de noite (mas principalmente de noite, porque a vista fica mais impressionante), é garantido que você não vai sair dali infeliz.

E como o lugar é bem amplo e aconchegante, serve pros mais diversos grupos. É perfeito pra um jantar de comemoração de aniversário de namoro, da mesma forma que dá tranquilamente pra ir com um grupo de 20 amigos. Se você pedir bebidas alcoólicas exóticas, ou pratos que levem ingredientes mais chiques, naturalmente vai gastar uma bela fortuna, mas se estiver lá principalmente pelo ambiente e não quiser empobrecer muito, tem várias opções mais simples no cardápio, que acabam saindo pelo preço de qualquer outro restaurante na Zona Sul do Rio. E a experiência é incomparavelmente melhor.

A lagoa é linda sim, mas usar isso como justificativa para um preço tão abusivo é fogo.

Não vi nada de tão fantástico no lugar, muito bagunçado e espremido, as cadeiras duras e de madeira, pouco anatomicas, e um ambiente quente e desconfortável.

Pagar pra olhar pra lagoa... sem mais...

Prefiro ir correr ao redor dela.

Já fui algumas vezes no Palaphita e sempre tive uma experiência ótima.

Os garçons são educados, atendem bem, e estão sempre alí por perto para algum eventual pedido.

O lugar dispensa muitos comentários, de frente para a Lagoa Rodrigo de Freitas, um dos lugares mais bonitos do Rio de Janeiro.

Vale muito a pena para um programa a dois ou uma saída entre casais.

As luzes baixas mantém um clima mais íntimo e a decoração é realmente muito bonita.

Destaque para os "sofás" altos, com até uma mantinha para dias mais frios. Recomendo.

O preço é caro, mas vale muito a pena. Só não indico ficar fazendo refeições no local. É mais um bar/lounge/restaurante/lugar bonitinho para casais.

Detalhe: Sempre tem lugar!

Minha visita ao estabelecimento foi bem curta, mas não me deixou boas impressões.

Como o colega abaixo disse, o Palaphita tinha uma combinação de coisas pra dar certo, mas desandou...A começar pela iluminação que é pouquíssima, sorte pra quem quer dar uns amassos,mas se vc pretende ler o cardápio só usando a luz do celular pra auxiliar.

As coisas são bem caras, podia considerar se ao menos fossem bem servidos.Pedi um Frozen de frutas vermelhas com vodka que custava R$22,50 ( copo pequeno) e pra minha surpresa não venho com nenhum pingo de álcool, parecia mais um suco :/

O atendimento tbm deixa a desejar, é uma luta pra conseguir que um garçom te atenda.

Bem, não me importo em pagar caro, desde que o serviço seja bem realizado. Talvez tenha ido em um dia ruim, e a falta de vodka no meu drink não muito na avaliação.Quem sabe em uma próxima vez...

Ótimo ambiente, atendimento mais ou menos, comidinhas e bebidinhas maravilhosos e preço salgado. rs. Mas acho que compensa!

Restaurante / Bar, em frente à Lagoa. O clima é aconchegante e o atendimento excelente. Recomendo para um programa à dois.

Porém, o ponto fraco é o preço. Mas vale a visita.

PS: O réveillon lá é muito bom! Recomendo!

Os sanduíches e as bebidas do Palaphita são muito bem elaborados, muito gostosos e o ambiente é maneiro, principalmente se estiver mais fresco. Não experimente ir em dias de calor de quarenta graus, sério. Não pelo local, claro, mas pelo calor normal da cidade mesmo, já que lá é aberto.

Só reclamo dos preços, não acho normal pagar trinta reais num sanduíche.

Adoro o Palaphita, mas depois de algumas vezes, você simplesmente cansa dele.

A comida é bom, mas algumas são em caras. O atendimento é bom em uns dias e ruim em outros, e o ambiente pode agradar alguns e não a outros.

Sempre me sinto bem recebido, e as caipirinhas que são super ótimas! Recomendo!

O Visual por se só, já vale a visita, as cadeiras mais altas de frente para a lagoa é a grande pedida.

A cozinha, um tanto quanto exótica para gostos mais simples,é bem interessante. Destaque para o couvert com diversas pastas, incluindo uma de chutney de açai bem gostosa! Não deixe de pedir de sobremesa o Carpaccio de cupuaçu, que é "bem bom"!

O lugar é divino!! Clima maravilhoso, confortável, aconchegante... Enfim, infra estrutura nota 10. E só!

Atendimento ruim, preços exorbitantes e poucas opções de "tira gosto", para acompanhar um bate papo entre amigos!!!

É lindo ir uma vez. E nunca mais voltar.

Tem uma linda vista da Lagoa Rodrigo de Freitas, com ótimos drinks originais. Recomendo ainda a famosa Bruschetta Pulcheri. Atmosfera perfeita para casais.

As cervejas ficam gelando num pinico, na mesa.

Lugar gostoso, mas atendimento péssimo !

Vale a ida para conhecer... Mas LEVEM REPELENTE de mosquitos.

A idéia é original, mas tem que melhorar muito a simpatia dos garçons.

Tudo perfeito.

Não existem palavras para descrever este lugar.

Mesmo morando no Rio desde sempre, algumas coisas na cidade nunca me cansam, uma delas é a vista da Lagoa, seja a qualquer hora do dia.

Ao redor da mesma, existem vários quiosques, alguns mais chiquezinhos, outros mais largadinhos, mas cada um especial à sua maneira. Um dos meus preferidos é o Palaphita, pois proporciona o verdadeiro ambiente tropical e um cardápio bem exótico.

O atendimento é sazonal e os drinques feitos com frutas diferentes é são muito bons.

Qual sua opinião sobre Palaphita Kitch?

Horários

Seg 18:00-01:00
Ter 18:00-01:00
Qua 18:00-01:00
Qui 18:00-01:00
Sex 18:00-UC
Sáb 18:00-UC
Dom 18:00-01:00